05- ALIMENTAÇÃO – Yorkshire Terrier – Canil em São Paulo

Alimentação

Yorkshire Terrier

Alimentar um Yorkshire é uma tarefa relativamente fácil. Você só precisa saber quais alimentos poderá ou não administrar para que ele não venha a ter problemas de saúde, além de quantidades, horários e outros fatores importantes na alimentação do seu cãozinho. Valendo as seguintes dicas:

A escolha da ração.
Prefira sempre qualidade do que quantidade. Algumas rações especializadas em cães de pequeno porte podem ser mais nutritivas do que outras para o mesmo tipo de cão. Prefira sempre as rações em que o cão se alimenta pouco (mas com qualidade) e que lhe forneça toda a energia e nutrientes necessários para uma saúde perfeita. Converse com especialistas, criadores e veterinários e verifique qual a melhor marca para seu cão.

Troca de ração.
Caso efetue a troca de ração/marca tome um certo cuidado. A troca deverá ser gradativa para que o York se acostume e não sofra com a nova ração. Seu organismo precisa de um tempo para se adaptar ao novo alimento. Se a troca for repentina, sem os devidos cuidados, ele poderá ter diarréia ou mesmo recusar, totalmente, o novo alimento.

Horários das refeições.
A recomendação média é de duas refeições diárias. Porém, alguns cães poderão ser mais gulosos que outros, vale seu bom senso para observar a quantidade ingerida de ração por seu cão, o intuído desta observação é evitar uma possível obesidade ou, ao contrário, a pouca ingestão do alimento.

Cuidados com o local da alimentação.
A ração deve ser colocada em um recipiente exclusivo para o York. Se tiver mais de 1 cão, prefira ter um recipiente de ração para cada um deles e, de preferência, alimentá-los individualmente. Isso evitará que um coma mais que o outro. Outra dica importante é o local que a ração irá ficar. Lembre-se que ratos, formigas, baratas ou outros insetos podem contaminar o alimento e, conseqüentemente, seu York.

A água e o Yorkshire.
Evite colocar uma vasilha de água para seu cão. Além da água ficar exposta a possíveis contaminações, os Yorks possuem uma pequena “barbicha” (pelos longos abaixo de sua boca) que, ao tomarem água em vasilha, acabam por deixá-los molhados e úmidos. Com o tempo, estes pelos apodrecem e caem, podendo descaracterizar o padrão da raça. Além de, em alguns casos, causar fungos. Utilize por, exemplo, bebedouros para cães. Muitos não terão dificuldades para se adaptar e você notará a diferença em poucos dias.

Outros tipos de alimentos.
Seu cão poderá ingerir outros alimentos além da ração (citados a seguir). Entretanto, se você der estes alimentos com muita freqüência, isso será ruim, pois ele poderá recusar para sempre sua melhor alimentação que é a ração, preferindo apenas estes alimentos. Então, todo cuidado é pouco.

Quais alimentos podem ingerir?
Os Yorks adultos podem comer frutas, verduras e todos os vegetais (exceto batata), frango cozido e desfiado (sem ossos) em água e sal, carne sem gordura, fígado, bolachas específicas para cachorros, arroz, cebola, alho, agrião, queijo, repolho, cenoura, salsa, peixe (sem espinhas, claro!), leite fervido (adoçado com mel, glicose ou não adoçado) e até ovos cozidos. A variedade é grande e, se ele for presenteado com alimentos diferentes de vez em quando, ficará muito mais feliz e satisfeito pela diversificação. Novamente, tome cuidado com o excesso para que ele não recuse a ração. Prefira também servir alimentos quentes, eles gostam, e muito!

Vitaminas.
As vitaminas são importantes para a saúde de seu York assim como são para os adultos, porém, nem sempre os alimentos ingeridos fornecem a quantidade de vitaminas necessárias. Lembre-se que a vitamina A aumenta a resistência a doenças, a vitamina B melhora o sistema nervoso e previne prisão-de-ventre, a vitamina C purifica o sangue, a vitamina D auxilia no desenvolvimento ósseo e a vitamina E auxilia na fertilidade. Além dos alimentos ricos em vitaminas, alguns medicamentos vendidos em farmácias para uso adulto ou pediátrico, como polivitaminicos, também são recomendados aos Yorkshires. Mas atenção, antes de administrar qualquer medicamento, converse com seu veterinário e siga suas recomendações.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: